sexta-feira, agosto 19, 2022
Anúncios
Anúncios

Árbitro é agredido com chute na cabeça por jogador e fica desacordado em jogo no Rio Grande do Sul

O árbitro Rodrigo Crivellaro foi agredido pelo jogador William Ribeiro, do São Paulo-RS, na noite desta segunda-feira, em jogo válido pela Série A2 do Campeonato Gaúcho – equivalente à segunda divisão do Rio Grande do Sul –, e precisou ser levado às pressas para um hospital em Venâncio Aires, na região central do Estado. Ribeiro foi detido pela Polícia Militar ainda no local.

O fato ocorreu aos 15 minutos segundo tempo da partida entre Guarani, de Venâncio Aires, e São Paulo, de Rio Grande, no Estádio Edmundo Feix. As imagens da transmissão da FGF TV mostram o meia William Ribeiro, do São Paulo, acertar um chute na cabeça de Crivellaro, já caído no chão.

O juiz fica imóvel após sofrer a agressão, e jogadores das duas equipes imediatamente chamam atendimento médico.

Segundo informações divulgadas no Twitter do São Paulo-RS, o ato de violência ocorreu momentos após o Guarani abrir o placar, mas o motivo não fica claro. O juiz saiu desacordado do local em uma ambulância. A partida foi suspensa.

Levado ao Hospital São Sebastião Mártir, na mesma cidade, o árbitro estava consciente mas ainda em atendimento médico por volta das 23h, segundo apurou o ge. Já o jogador foi detido ainda no estádio e levado por uma viatura da Polícia Militar para prestar esclarecimentos.

No Twitter, tanto o São Paulo quanto o Guarani desejaram plena recuperação a Crivellaro e lamentaram o episódio.

Na mesma rede social, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) declarou que o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) “irá averiguar os fatos e tratar das respectivas sanções”. O presidente da entidade, Luciano Hocsman, declarou que conversou com o juiz e garantiu apoio no caso.

– Falei com o árbitro Rodrigo Crivellaro, covardemente agredido por um jogador do São Paulo, na partida contra o Guarani. Ele está sendo medicado no Hospital e, felizmente, se recuperando. A FGF está prestando todo o atendimento necessário e caberá ao TJD avaliar o episódio – escreveu Hocsman em sua conta no Twitter.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncios -

Posts Populares