sexta-feira, agosto 19, 2022
Anúncios
Anúncios

Petróleo sobe mais de 5%, negociado acima de US$ 100

Os preços do petróleo operam em alta de mais de 5% nesta quinta-feira, após a Agência Internacional de Energia (AIE) ter alertado para o risco de escassez de oferta e diante da falta de progresso nas negociações entre Rússia e Ucrânia para colocar um fim à guerra.

Perto das 9h20 (horário de Brasília), o barril do tipo Brent tinha alta de 5,96%, cotado e US$ 103,86, enquanto que o barril WTI subia 5,70%, a US$ 100,46.

A IEA avaliou que 3 milhões de barris por dia (bpd) de petróleo e derivados russos podem não chegar ao mercado a partir de abril em razão das sanções contra a Rússia. O país é o maior exportador mundial de petróleo e de produtos refinados para o restante do mundo.

Com a guerra na Ucrânia, os preços atingiram uma alta de 14 anos em 7 de março, com o Brent chegando a US$ 139,13. Mas desde então caiu mais de US$ 35 o barril.

Na quarta-feira , o Brent foi negociado em um intervalo de US$ 6 e fechou a US$ 98,02, queda de US$ 1,89 dólar o barril ou 1,9%. O petróleo dos EUA (WTI) fechou com recuo de US$ 1,40, ou 1,5%, a US$ 95,04 o barril.

A Rússia repudiou os comentários do presidente dos EUA, Joe Biden, após este ter rotulado o presidente russo de criminoso de guerra, apesar do Kremlin dizer que está a colocar uma “energia colossal”, nas conversações de paz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncios -

Posts Populares